EP25 NAZISMO DE ESQUERDA? O VEREDITO!

Nazismo de Esquerda?

Você já deve ter ouvido algumas pessoas defendendo que o Nazismo se enquadra no espectro político denominado de esquerda, correto? Ficou na dúvida se o Nazismo é de direita, de esquerda, de centro ou isentão?

Achou essa pergunta absurda? Ficou curioso ou instigada para entender mais sobre a Alemanha no período entre guerras?

Então embarque com os historiadores  C. A. e Beraba e seus convidados, Marcos Sorrilha e Willian Spengler, nesse episódio para saber quais foram as respostas a todas essas perguntas, ou seja, o veredito!

 

Nesse episódio:

 

Saiba qual é a definição do Nazismo, entenda os significados da palavra socialismo, descubra as origens e a escalada ao poder do partido liderado por Dodô, surpreenda-se ao saber com quantos paus se acende um Reichstag e como um discurso autoritário pôde chegar ao poder em meio a aplausos que sepultavam a democracia alemã no entre guerras.

 

Arte da Capa


Padrim

Ajude nosso projeto crescer cada vez mais. Seja nossa Madrinha ou Padrinho.

www.padrim.com.br/fronteirasnotempo


Redes Sociais

TwitterFacebookYoutubeGoogle+

Contato

WhatsApp: 13 99204-0533

E-mailfronteirasnotempo@gmail.com


Expediente

Produção Geral e HostsC. A Beraba, Convidados: Marcos Sorrilha e Willian SpenglerVitrineAugusto CarvalhoEdiçãoTalk’nCast


Para saber mais

Fronteiras no Tempo #12 – Fascismo

MeiaEntradaCast #37 – Dois Filmes sobre Facismo

Fronteiras no Tempo #16 – O que está acontecendo com o mundo hoje?


Saiba mais do nosso convidado

Marcos Sorrilha

 

Facebook

Twiter

Fã Page do romance Lino Galindo e os Herdeiros do Trono do Sol

Fronteiras no Tempo #11 – Incas e Lino Galindo

Livros e textos no Amazon

Lino Galindo e os Herdeiros do Trono do Sol

Martins Fontes

Livraria Drago Editorial

 


Material Complementar

PARADIDÁTICOS:

D’ALESSIO, Marcia M. & CAPELATO, Maria H. Nazismo: política, cultura e holocausto. São Paulo: Atual, 2004.

LENHARO, Alcir. Nazismo: “o triunfo da vontade”. São Paulo: Atual, 2003.

RIBEIRO JÚNIOR, João. O que é nazismo? São Paulo: Brasiliense, 1991. Coleção Primeiros Passos.

LIVROS:

ARENDT, Hannah. Totalitarismo, o paroxismo no poder. Rio de Janeiro: Ed. Documentário, 1979.

BURON, Thierry & GAUCHON, Pascal. Os fascismos. Rio de Janeiro: Zahar, 1980.

BRACHER, KARL DIETRICH. Nacional-Socialismo. In: BOBBIO, Norberto; MATTEUCCI, Nicola; PASQUINO, Gianfranco. Dicionário de política. 11.ed. Brasília : Universidade de Brasília, 1998, p.806-812.

CANETTI, Elias. Massa e Poder. São Paulo: Companhia das Letras, 1995.

HITLER, Adolf. Minha Luta. São Paulo: Geração Editorial, 2016.

MILMAN, Luís & VIZENTINI, Paulo F. Neonazismo, Negacionismo e Extremismo Político. Porto Alegre: EdUFRGS, 2000.

PINSKY, Jaime & PINSKY, Carla B. [org]. Faces do fanatismo. São Paulo: Contexto, 2013.

TRINDADE, Hélgio. O nazifascismo na América Latina: mito e realidade. Porto Alegre: EdUFRGS, 2004.

Sugestão de filmes/vídeos:

“A Onda”. Disponível em https://www.youtube.com/watch?v=zG3TfjAhs30

Ele está de volta (No Netflix)

“Ele está de volta”. Trailer disponível em https://www.youtube.com/watch?v=CTWtbIzlaM8

“A outra história americana”. Trailer disponível em https://www.youtube.com/watch?v=715wjoUMrro

“Uma cidade sem passado”. Disponível em https://www.youtube.com/watch?v=kKiykbMCtRM

“O Ovo da Serpente”. Disponível em https://www.youtube.com/watch?v=rzHXemsxWao

“Comercial da Folha de S. Paulo” (1987). Disponível em https://www.youtube.com/watch?v=pY4FCKlQISA

“Hitler: A Ascensão do Mal” (2003). Disponível em https://www.youtube.com/watch?v=vS-3NXgaSPM

“Arquitetura Da Destruição Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=gDqGT4xepjQ

 

Sugestão de links:

Afinal, nazismo era de esquerda ou de direita? http://aventurasnahistoria.uol.com.br/noticias/almanaque/afinal-o-nazismo-era-de-esquerda-ou-direita.phtml#.WZi4qiiGOUk

O nazismo era um movimento de esquerda ou de direita? http://www.bbc.com/portuguese/salasocial-39809236

Nazismo, Socialismo e as políticas de direita e esquerda na primeira metade do século XX. https://www.rbhcs.com/rbhcs/article/download/229/pdf

Fascismo de esquerda? Sobre a necessidade de revisão conceitual de um termo perigoso. http://periodicos.uem.br/ojs/index.php/EspacoAcademico/article/viewFile/20041/10506

Por que você deveria ler o livro “Minha Luta” de Hitler. http://revistagalileu.globo.com/blogs/Maquina-do-Tempo/noticia/2016/07/por-que-voce-deveria-ler-minha-luta-de-hitler-que-completa-91-anos.html


Madrinhas e Padrinhos

Anderson Garcia, Caio Sérgio, Eani Marculino, Eduardo Lopes, Ettore Riter, Iara Grisi Manuel Macias, Marcela Paparelli, Marcos Sorrilha, Maria Clara Valença, Rafael Igino Serafim, Rafael Oliveira, Raul L. Borges, Renata Sanches, Wagner Andrade, Willian Scaquett, Willian Spengler, Yuri Morales e 2 Padrinhos anônimos 😉

  • Maike

    Baixando aqui.

  • Rafael Oliveira

    Esse programa foi um dos melhores podcasts que ouvi até hoje. Vocês conseguiram transportar o ouvinte para dentro da mentalidade alemã das décadas 1930 e 1940, o que, confesso, foi bem assustador. A trilha sonora, a abordagem utilizada e a edição como um todo conseguiram criar uma ambientação perfeita para que pudéssemos nos aproximar bastante do modo como pensavam os alemães daquela época, bem como as motivações que os levaram a participar (seja apoiando o regime ou ficando omisso) do que estava acontecendo em nome de um “bem maior”. Porém, mais “surpreendente” que descobrir que o nazismo nunca foi de esquerda, foi perceber como os valores éticos e morais de uma sociedade podem ser voláteis. Não que isso seja algo novo, pois culturas são tão híbridas quanto seus indivíduos, e mudanças são naturais. No entanto, alguns fatores parecem ser determinantes para impulsionar perspectivas duvidosas e a defesa de políticas mais imediatistas, onde os fins justificariam os meios. Momentos de crise como este em que estamos vivendo no Brasil nos fazem ter dúvidas sobre o que vem a seguir, e a reflexão proposta no episódio nos mostra que, apesar de relativamente distante no tempo, o “ovo da serpente” pode estar sendo chocado mais próximo do que supomos. Sobre esse tópico, deixo aqui a sugestão do livro O Senhor das Moscas, do autor William Golding, bem como a adaptação homônima para o cinema lançada em 1990. No mais, deixo meu imenso parabéns a todos os envolvidos, pois o resultado ficou excelente. Gratidão!